Mercado de Crédito . O que é mercado de crédito?

O que é mercado de crédito?

O mercado de crédito é parte integrante do Sistema Financeiro Nacional, composto ainda pelos mercados de câmbio (moeda), capitais (valores imobiliários) e monetário (títulos públicos).

Sua importância é dada pelo seu estreito vínculo com o crescimento econômico. Quanto mais desenvolvido, melhor a alocação de recursos na economia. Organizado pelos bancos, tem por finalidade unir, via intermediação financeira:

  • Poupadores: indivíduos que guardam recursos para se resguardarem de imprevistos e formarem patrimônio;

  • Tomadores: empresas e governos com projetos que trazem produtividade e desenvolvimento.

Como direcionadores do crédito dentro da economia, essas instituições financeiras concedem e monitoram as suas operações de crédito, visto que assumem o risco quando emprestam. Por que o mercado de crédito é tão caro no Brasil?

Entre os principais produtos do mercado de crédito temos:

  • Crédito direcionado: operações do BNDES, crédito rural e financiamento imobiliário;

  • Crédito livre: cheque especial, crédito consignado, crédito pessoal, rotativo de cartão de crédito, capital de giro (empresas), entre outros.

O “preço” do dinheiro, para cada um deles, é definido em função da taxa de juros.

Por mais que se culpe a concentração bancária, alguns fatores ajudam a explicar por que tomar crédito é tão caro no país:

  • Informações limitadas sobre o tomador: impacta na avaliação de risco do cliente;

  • Custos regulatórios: conjunto de normas que os agentes financeiros precisam atender;

  • Crédito direcionado: sendo obrigatório, gera ineficiência na economia;

  • Insegurança na execução de garantias: o poder judiciário é pouco previsível nas suas decisões, dificultando as chances de um contrato bancário ser honrado pelo cliente;

  • Intervenção governamental: o uso dos bancos públicos para operações de crédito mais baratas aumenta a necessidade de financiamento por parte do governo.

Como resultado, o mercado de crédito não ultrapassa 62% do PIB brasileiro, conforme dados do Banco Mundial.  A título de comparação, esse percentual sobe 192% do PIB no caso dos EUA. Qual a relação entre mercado de crédito e mercado de capitais?

No mercado de crédito, as instituições bancárias são as responsáveis pelo mapeamento dos riscos e pela concessão de financiamentos.

No mercado de capitais, por sua vez, são os bancos de investimento, as corretoras e a bolsa de valores que viabilizam a ponte entre os investidores, que avaliam os riscos por conta própria, e as empresas e governos.

Ambos são impactados quando o ambiente econômico apresenta restrições ao crédito, seja por meio de uma legislação inadequada ou de custos regulatórios excessivos.  Como consequência, o custo de crédito é maior e mais concentrado no setor bancário. O que define o spread no mercado de crédito?

O custo de captação de um banco representa aproximadamente 39% do custo de crédito.

A diferença entre o quanto ele paga ao poupador e o quanto ele cobra do tomador é conhecido como spread, calculado a partir dos seguintes componentes:

  • Inadimplência (23%): inclui os custos de cobrança e recuperação do crédito;

  • Estrutura administrativa (15%);

  • Impostos e encargos (14%): IOF, PIS, Cofins, CSLL e Imposto de Renda, além do Fundo Garantidor de Créditos (FGC);

Margem de lucro (9%). Qual a importância do cadastro positivo para o mercado de crédito?

Percebe-se que, depois do custo de captação, a inadimplência é o maior custo do mercado de crédito.  Até o surgimento do cadastro positivo, os bancos só tinham informações a respeito de agentes que já se encontravam inadimplentes.

Ao se incluir as informações de bons pagadores, os bancos podem precificar melhor o risco do cliente, deixando de lado a métrica do risco médio da carteira de crédito.

Isso elimina um problema que os bancos sempre enfrentaram, chamado de “seleção adversa”.  Quando a taxa de juros média é muito alta, ela afasta os bons clientes ao mesmo tempo em que subsidia e atrai, com taxas menores, os clientes com maior risco de inadimplência.

10 visualizações

Nascemos em 2017 com a Missão de oferecer de modo transparente, toda a conveniência do Consignado Bancário.
Que você  consiga  realizar seus sonhos

 
LIGUE GRÁTIS
 0800 202 00 54
Atendimento
Segunda a Sexta
Horário 10:00 as 17:00

 INFORMAÇÕES LEGAIS
 

Importante: Nossos serviços são gratuitos! Nunca enviamos qualquer tipo de cobrança para liberação de empréstimos e outros produtos.

O domínio consignadobancario.com.br e a marca consultoria rfs pertencem ao - CNPJ: 13.814.738/0001-34 com sede a Rua Almerinda Castro 180 - Campo Grande Rio de Janeiro Capital CEP 23073-080

Não somos uma instituição financeira, nossa plataforma online facilita o acesso das pessoas aos serviços financeiros ofertados por empresas credenciadas na plataforma. Atuamos como promotor de correspondente bancário de instituições financeiras nos termos da resolução 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 do Banco Central do Brasil.

Prazo de pagamento variavel: de 03 meses a 96 meses. O custo efetivo pode variar de 1,80% a.m. (21,60% a.a.) até 3,40% a.m (40,80% % a.a.).

Exemplo: Um empréstimo de R$ 10.000,00 em 24 meses terá́ parcelas de R$ 618,48, um valor total de R$ 14.843,52, juros de 3,4% a.m. (49,9% a.a.) e CET de 4,2% a.m (64,4% a.a.).

Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com os critérios de aprovação de crédito da instituição financeira tais como suas finanças pessoais, histórico de crédito, convênios e demais dados informados.

© Copyright 2017 - 2020 - consignadobancario.com.br - Consultoria RFS - Todos os Direitos Reservados.